Barra de navegação
 Menu

Cálculos urinários em cães e gatos


 Cálculos urinários são estruturas, também chamadas de urolitíases ou “pedras”, que podem se alojar no sistema urinário dos animais. Estas podem bloquear a passagem da urina levando a diversos problemas para a saúde dos pets. Um dos locais mais comuns de ocorrência de cálculos é a bexiga, mas eles também podem estar presentes em rins, ureteres e uretra.

Como forma-se um cálculo urinário?

 Alterações na composição da urina podem levar a uma hipersaturação de substâncias que vão se agregando, formando os cristais. As “pedras” se formam quando cristais microscópicos presentes na urina se agregam, dando origem a uma estrutura maior (o cálculo).

Quais as principais causas?

 Predisposição racial (dálmata, shih-tzu, lhasa apso, yorkshire, etc são exemplos de raças que tendem a apresentar uma maior incidência para este problema), dietas desbalanceadas, infecções do trato urinário e alterações anatômicas do trato urinário podem levar á formação de urólitos.

Como identificar se meu animal está com este problema?

 Os sintomas mais comuns incluem a dificuldade em urinar, muitas vezes o animal faz grande esforço, porém só consegue urinar poucas gotas ou não urina; dor abdominal; urina com sangue; urina com presença de cristais; falta de apetite; apatia e vômito podendo evoluir para casos graves e até mesmo óbito caso o animalzinho não receba atendimento de um profissional veterinário.

Como funciona o tratamento?

 O tratamento baseia-se em desobstruir o fluxo de urina e restabelecer as funções orgânicas do paciente. Em alguns casos o tratamento pode ser feito clinicamente, com troca de dieta, desobstrução por sondagem, medicamentos e manejo adequado. Na maioria das situações o uso da terapia cirúrgica se torna necessária.

Como posso evitar que meu animal apresente urolitíases?

 O aumento na ingestão de água eleva a diluição da urina sendo um dos pontos-chave na prevenção das urolitíases. Fornecer dietas úmidas e água fresca de boa qualidade favorece o bom funcionamento do trato urinário. Evitar dietas desbalanceadas, comidas caseiras e excesso de petiscos. Levar seu animalzinho a check-ups periódicos com um veterinário de sua confiança permite realizar exames para verificar qualquer alteração importante, além de receber orientações de como evitar esse e muitos outros problemas de saúde.

M.V. Marina Lombardi Peres

Graduação pela UNESP – Câmpus Araçatuba

Residência em Clínica Cirúrgica de Pequenos Animais – UNESP – Câmpus Araçatuba

Médica veterinária na CAMVET (Centro Avançado em Medicina Veterinária), Araçatuba/SP.

 Anúncios
 Rodapé